Os bastidores das transações imobiliárias: a história de quem tem o dom de concretizar sonhos

Aos 37 anos, o corretor imobiliário Raoni Ribeiro Gomes celebra as mais de 100 famílias que adquiriram o próprio imóvel com seu apoio

por Thais Tomazelli

Não basta vender. Para ser um corretor imobiliário, é preciso estar ciente do quanto a atuação profissional vai impactar na vida de quem está adquirindo o imóvel. Então além da veia empreendedora e do instinto de vendedor, o que a pessoa que se dedica à corretagem deve ter? Para Raoni Ribeiro Gomes, que há 8 anos está no ramo, o essencial é acordar todos os dias com sorriso no rosto e motivação para concretizar os sonhos das famílias que o procuram. Ele estima já ter atingido a marca de 100 vendas efetuadas.

Apesar do registro ter sido conquistado oficialmente há 6 anos, Raoni lembra que a oportunidade de ser corretor apareceu 2 anos antes.

O corretor de imóveis Raoni Ribeiro Gomes, da imobiliária Conquista

“Sempre fui vendedor, tinha empresa de equipamentos de festa. Carregava mesa e cadeira para cima e para baixo, fizesse chuva ou sol. A convite de um amigo, que tinha as propriedades, mas não os clientes, passei a vender imóveis. Posteriormente, tive a oportunidade de comprar um lote em uma região na qual o proprietário gostou tanto do meu posicionamento, que liberou os demais loteamentos para que eu vendesse. Surpreendentemente, vendi cerca de 40 lotes. Foi quando decidi ingressar efetivamente na carreira de corretor. Tirei então o registro e fui trabalhar na Cobra Engenharia”, detalha.

Depois de muitas tentativas para ingressar na Conquista Imobiliária e muitas negativas, recebeu um desafio: vender loteamento em Sooretama. Após muitos plantões no fim de semana, buscando paralelamente a oportunidade de migrar para a venda de casas, recebeu um novo e derradeiro teste das mãos de Robertinho Mauri: realizar a venda de uma casa de alto padrão no Lagoa Park.

Raoni não só aceitou a missão como também a cumpriu. Foi então que conquistou seu espaço na equipe de corretores da imobiliária Conquista. A partir daí, evoluiu entre as vendas de baixo e médio padrão, mas após muito incentivo, enxergou o potencial de estar no médio, alto padrão e alto luxo.

Para ele, a corretagem traz a qualidade de vida de ser dono do seu próprio rendimento.

“É o trabalho árduo que constrói a nossa renda. Todo mês imponho metas de venda a serem cumpridas e com as estratégias certas consigo alcança-las. É uma associação entre um bom atendimento, que prioriza o cliente, e o uso correto das ferramentas disponíveis no mercado. Claro, a atualização constante também conta muito”, pontua o corretor.

Mais notícias

Um novo conceito de informação, esse é o foco principal do ImobinewsES e portal imobinewses.com.br, jornalismo feito de forma diferente, segmentado e de relevância para o leitor.

Mídia Kit

Baixe nosso mídia kit e anuncie com a gente!

Entre em contato

@2022 – All Right Reserved. Dubai Propaganda.

Adblock detectado

Por favor, apoie-nos desativando sua extensão AdBlocker de seus navegadores para o nosso site.